IMG_7771-2-min

Os estaleiros em causa tratam-se de estruturas anfíbias em madeira que se erguem sob uma das baías de Coloane. Durante séculos dali saíram centenas de juncos e outras embarcações de pesca até meados de 2003 quando as encomendas para embarcações caíram a pique. – Ali ficou uma aldeia com várias famílias e mestres carpinteiros que têm tentado sobreviver com dificuldade. Fundaram uma associação e  actividades conjuntas. Um mestre construtor fabrica hoje em dia miniaturas de embarcações e dizia o filho amarguradamente que ainda existe o conhecimento sobre a construção e que seria uma pena se perder assim. Outra família abriu um café e aos poucos tem vindo a tornar-se um local turístico  alternativo onde algumas pessoas encontram um Macau antigo com uma identidade que já é difícil encontrar. As estruturas começam a degradar-se e a população tem esperança que o governo desenvolva algum esforço para as integrar dentro de um novo plano desconhecido.

This entry was posted in . Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *